FCR Law News

Carf: destacar frete em nota fiscal não é imprescindível para crédito presumido do IPI

Por 8×2, o colegiado decidiu que destacar o valor do frete no documento fiscal não é a única forma de garantir o crédito presumido de 3% sobre o IPI. Contudo, os conselheiros entenderam que, para ter acesso ao benefício, o contribuinte deve comprovar de outras formas que o valor do frete está incluído no valor de comercialização do veículo. O caso concreto envolve a Toyota do Brasil.

O colegiado negou provimento ao recurso da Fazenda, mantendo o entendimento da turma baixa, segundo o qual só é preciso destacar o frete na nota fiscal caso este seja cobrado do cliente de forma separada do preço do veículo.

O crédito presumido sobre o IPI é um regime especial previsto no artigo 56 da MP 2.158-35/2001, que permite às montadoras um crédito de 3% sobre o valor do imposto destacado na nota fiscal. Para usufruir do crédito, é necessário acrescentar o valor do frete ao valor de comercialização do veículo, aumentando assim a base de cálculo do tributo.

Fonte: Jota Pro Tributos

  • 1. Regularização Fiscal – Federal – Programa QuitaPGFN. Leia Mais
  • 2. Incorporadoras conseguem no TJSP derrubar cobranças de IPTU Predial. Leia Mais
  • 3. Empresas multinacionais buscam nova vitória no STJ. Leia Mais
  • 4. Carf muda entendimento e mantém multa qualificada em caso de omissão de receita. Leia Mais
  • 5. Carf: destacar frete em nota fiscal não é imprescindível para crédito presumido do IPI. Leia Mais

Dúvidas? Entre em contato

Inscreva-se para receber atualizações por e-mail.

Nós respeitamos sua privacidade