Imposto sobre produtos digitais podem reequilibrar crise fiscal pós pandemia

De volta ao VALOR, reportagem informa sobre um estudo desenvolvido por um pesquisador do Ipea que defende a adoção temporária de um imposto sobre serviços digitais no Brasil “para financiar a retomada pós-pandemia”. A ideia é que esse tributo fique valendo até que se defina, globalmente, o acordo sobre tributação mínima sobre o lucro de multinacionais. Um modelo dessa proposta foi a ação adotada pelo Reino Unido, que criou um imposto semelhante em caráter provisório. Segundo o estudo, há três projetos apresentados no Congresso sobre o assunto, mas só um deles está tramitando. Trata-se do PL 2.358/2020, que cria a Cide Digital, que pretende tributar “a disponibilização de plataforma digital para venda de mercadorias e prestação de serviços e exibição de publicidade e transmissão de dados durante o uso da plataforma”.  Fonte: Jota

  • 1. Políticas de incentivo tributário passarão por avaliação do governo. Leia Mais
  • 2. STF mantém ISS e ICMS no cálculo de contribuição previdenciária. Leia Mais
  • 3. Alexandre de Moraes adia decisão do STF sobre regra de desempate de julgamentos do Carf. Leia Mais
  • 4. Imposto sobre produtos digitais podem reequilibrar crise fiscal pós pandemia. Leia Mais
  • 5. Pandemia impactou diretamente relações de trabalho no país. Leia Mais

Dúvidas? Entre em contato

Inscreva-se para receber atualizações por e-mail.

Nós respeitamos sua privacidade