STF reduz ‘do milhão ao milhar’ honorários de advogados

O Supremo Tribunal Federal (STF) reduziu os honorários advocatícios em uma ação de R$ 7,4 milhões para R$ 10 mil. O motivo, segundo o relator, ministro Luís Roberto Barroso, é que o valor inicial fixado de honorários causaria prejuízo desproporcional à Fazenda Pública.

Os honorários se referem à ação julgada em setembro. Nela, o Supremo autorizou a retenção pelo Distrito Federal – com o repasse ao IPREV/DF – do montante mensal das contribuições previdenciárias devidas ao Regime Geral de Previdência Social até que haja a compensação do estoque previdenciário existente entre o DF e a autarquia federal (ACO 2988). Originalmente os honorários foram fixados em 1% do valor da causa.

“Embora o percentual fixado tenha se limitado ao mínimo previsto na lei, ainda assim, em razão do vultuoso valor da causa, a quantia efetivamente devida seria exorbitante”, afirmou Barroso no voto.

O Código de Processo Civil (CPC) permite que o juiz fixe honorários por apreciação equitativa, ou seja, sem vínculo com percentuais do valor da causa mas com base na compatibilidade com o trabalho desenvolvido. O CPC indica essa modalidade para causas em que o proveito econômico for inestimável ou irrisório.

“Nada obstante o inegável zelo dos profissionais que atuaram na causa, entendo que a natureza do processo e o trabalho exigido para o seu encaminhamento não justificam a fixação de honorários em aproximadamente R$ 7,4 milhões”, afirmou Barroso. A decisão foi unânime.

O entendimento revoltou advogados. De acordo com Kelly Martarello, sócia do escritório Martarello Advogados, a decisão é lamentável. Para Everton Lazaro, advogado tributarista no escritório Rayes & Fagundes Advogados Associados, o entendimento expõe “falta de reconhecimento e incentivo àqueles que diariamente laboram com Direito”. Fonte: Valor Econômico – Por Beatriz Olivon Brasília 22/02/2022

  • 1. Relator rejeita ajustes em pacote de combustíveis e votação deve ser adiada. Leia Mais
  • 2. TST discute ações sobre terceirização de serviços. Leia Mais
  • 3. STF reduz ‘do milhão ao milhar’ honorários de advogados. Leia Mais

Dúvidas? Entre em contato

Inscreva-se para receber atualizações por e-mail.

Nós respeitamos sua privacidade

Inscreva-se para receber atualizações por e-mail.

Nós respeitamos sua privacidade

FCR Law – Fleury, Coimbra & Rhomberg Advogados é um escritório de advocacia dinâmico que assessora empresas nacionais e internacionais, empreendedores e investidores nos ramos mais importantes do direito brasileiro. Nós buscamos proporcionar um serviço de alto nível de qualidade e estabelecer relações de longo prazo com nossos clientes e parceiros. Nossa gama de clientes abrange desde start ups tecnológicas até fabricantes internacionais e instituições financeiras.

FCR Law está trabalhando para manter nossos clientes informados e disponibilizar os nossos serviços para auxiliar as empresas neste momento difícil.

Eduardo Fleury, Sócio Fundador

FCR Law – Fleury, Coimbra & Rhomberg Advogados

Rua do Rocio 350, 10º andar

Vila Olímpia, São Paulo – Brasil

+55 11 3294-1600

info@fcrlaw.com.br

Copyright FCR Law 2021 © Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Tarrafa Digital Studio